Como atacar, defender e ganhar!

Conheça as regras

Regras

Conflictus Aeternus é um jogo de cartas colecionáveis, onde cada jogador desenvolve seu próprio baralho personalizado. O objetivo do jogo é acabar com o mons (baralho) dos seus adversários utilizando-se das cartas e da estratégia do seu baralho. Em Conflictus Aeternus, você representa um Manipulador, comandando e equipando seus guerreiros, ativando amuletos ou utilizando relíquias.

O Conflictus está dividido em duas facções: Luz e Sombra, sendo que cada uma destas facções utiliza-se de Fontes para serem jogadas. Existem, ainda, cartas que são Neutras, ou seja, podem ser usadas por qualquer uma das facções. As cartas estão divididas em 5 classes: Fontes, Guerreiros, Amuletos, Relíquias e Equipamentos.

Fontes: Uma Fonte representa a fonte de energia de cada facção. Existem dois tipos de fontes, as Fontes de Luz e as Fontes de Sombra. Cada facção utiliza-se de fontes de energia para ativar suas cartas, ou seja, as cartas de luz necessitam de fontes de luz para serem jogadas e as cartas de sombra, das fontes de sombra. As cartas neutras podem ser jogadas tanto com fontes de luz quanto de sombra (ou combinações de ambas). Você pode baixar uma fonte em sua fase principal e uma fonte na fase principal de um de seus oponentes. As fontes são cartas Fixas (não precisam ser sacrificadas no final da rodada) e podem ser baixadas a qualquer momento na fase Principal.

Guerreiros: Os Guerreiros são seus comandados e, por isso, travam batalhas para ajudá-lo a vencer seus oponentes. São cartas Fixas e podem ser baixadas em qualquer fase Principal. Diferentemente das outras cartas, os guerreiros possuem também a habilidade de empilhamento, ou seja, você pode baixar outros guerreiros no mesmo conjunto utilizando-se dos guerreiros que ficam abaixo (guerreiros inativos) como fontes. Por exemplo, o guerreiro Fhaonna (guerreiro ativo) custa 2 fontes de luz para ser baixado, então poderíamos baixa-lo com 1 fonte de luz e o custo de um Mago iluminado (guerreiro inativo) para somar 2 fontes, se este ultimo já pertencer ao conjunto desde a rodada anterior. Caso tenhamos um guerreiro de até 4 fontes de luz poderíamos anexar a este conjunto sem acrescentar nenhuma fonte, na próxima fase principal.

Observação: A cada conjunto de guerreiros só se pode anexar, por rodada, um guerreiro (salvo os guerreiros com a habilidade de acumular).

Amuletos: Os Amuletos são objetos impregnados de magia que executam tarefas específicas, tais como, destruir um guerreiro ou comprar cartas. São cartas Instáveis (precisam ser sacrificadas no final da rodada em que são jogadas). Diferentemente dos outros tipos de cartas, os Amuletos podem ser baixados em quase todas as fases, com exceção das fases de Compra e Análise de Dano.

Relíquias: As Relíquias são objetos mágicos que executam algum efeito quando ativadas ou que possuem em si algum efeito permanente. São cartas Fixas e podem ser baixadas em qualquer fase Principal.

Equipamentos: Os Equipamentos são objetos utilizados pelos guerreiros para auxiliá-lo nos combates. Eles compartilham as fontes com os guerreiros, ou seja, se houver em um conjunto de guerreiros 3 fontes, você pode anexar, neste mesmo conjunto, um equipamento de 3 fontes ou, três equipamentos de 1 fonte, ou ainda, um equipamento de 2 fontes e outro de 1 fonte. Agora, se o equipamento for, por exemplo, de luz e seu custo for 2,devem-se obrigatoriamente existir no conjunto pelo menos 2 fontes de luz. São cartas Fixas e podem ser baixadas em qualquer fase Principal. Caso todos os guerreiros do conjunto venham a morrer, você pode manter o conjunto composto de fontes e equipamentos ativos. A este conjunto somente guerreiros e equipamentos podem ser anexados.

Como funcionam as áreas de jogo

O Mons é seu baralho. Ele deve ter, no início de cada partida, exatamente 50 cartas. Os descritivos das cartas são mantidos voltados para baixo e as cartas permanecem na ordem em que elas estavam no início do jogo. Ninguém pode olhar as cartas do seu mons e cada um dos jogadores tem o seu próprio mons. Toda vez que você procurar uma carta em seu mons, você deve embaralhá-lo e escolher um jogador para cortá-lo. O Mortis é sua pilha de descarte, onde ficam as cartas já utilizadas e tombadas. A Mão é representada pelas cartas disponíveis na sua mão, para serem jogadas. O Exterminatus é a área onde ficam as cartas removidas do jogo, que não podem ser recuperadas. Em campo de jogo ficam as fontes livres, as cartas fixas e os conjuntos.

Começando a partida

Agora que você já conhece os elementos do jogo e como realizar a maioria das ações, é hora de partirmos para a partida em si. Esta seção descreve o que acontece em cada parte de uma rodada.

Você vence o jogo quando os seus oponentes tiverem que comprar ou tombar uma carta e não houver mais cartas em seu mons, ou seja, quando o mons de seus oponentes tiver acabado. É decidido quem começa (par ou ímpar, jogar dados, etc.). Depois de escolhido quem começa, cada jogador embaralha seu mons, dá para um adversário cortar, e compra 6 cartas. Se você não gostar da sua mão inicial, pode embaralhá-la com o seu mons, comprar 7 cartas e escolher um oponente para descartar uma carta aleatoriamente. Após o descarte, se ainda não gostar da sua mão, pode embaralhá-la com o mons (a carta descartada continua no mortis), comprar 8 cartas e descartar 2 aleatoriamente. Este processo pode ser repetido até você comprar 10 cartas e descartar 4 cartas aleatoriamente (com isso o seu mortis deve possuir 10 cartas)

Compra: Nesta fase, só é permitido ao jogador ativo comprar uma carta. Nenhuma habilidade ativada ou amuleto pode ser jogada(o) nesta fase. O jogador que começa uma partida pula esta etapa.

Principal: Nesta fase, é permitido aos jogadores descerem 1 fonte. É nesta fase também que os jogadores podem baixar os amuletos, guerreiros, relíquias e equipamentos, bem como usar habilidades das suas cartas. O jogador ativo tem a prioridade para baixar a primeira carta.

Ataque: Nesta fase, o jogador ativo escolhe com quais guerreiros ele vai atacar. É permitido a ambos os jogadores usarem amuletos e habilidades ativadas nesta fase.

Impedimento: O jogador inativo escolhe com quais guerreiros ele irá impedir os guerreiros atacantes, respeitando a regra de que cada guerreiro atacante só pode ser impedido por um único guerreiro. Se um guerreiro atacante foi declarado impedido, não importa o que aconteça com o guerreiro que o impediu, o tombo não será aplicado. É permitido a ambos os jogadores usarem amuletos e habilidades ativadas nesta fase.

Análise de dano: Os guerreiros que estão em combate (aqueles que não morreram por amuletos ou habilidades nas fases de ataque ou impedimento) fazem o dano de ataque na defesa do outro guerreiro e vice-versa. O jogador atacado tomba a soma dos tombos dos guerreiros que não foram declarados impedidos e continuam em combate. Os guerreiros que tiveram sua defesa reduzida a 0 (zero), ou menos, são colocadas no mortis, porém as fontes vinculadas a este guerreiro somente serão liberadas no início da próxima rodada. (Esta regra vale para qualquer momento em que o guerreiro tenha sua defesa reduzida a 0 (zero) ou menos). NÃO é permitido usarem amuletos ou habilidades ativadas nesta fase.

Sacrifício: É a última fase do jogador ativo. Nesta fase, cada jogador pode sacrificar quaisquer das suas cartas que estão na mesa, porém as fontes das cartas sacrificadas somente estarão livres na fase de manutenção da próxima rodada. No final desta fase, todos os amuletos usados na rodada são colocados no mortis (com exceção dos que forem removidos de jogo). É permitido a ambos os jogadores usarem amuletos e habilidades ativadas nesta fase. Todas as cartas que dizem “no final da sua rodada” têm suas habilidades desencadeadas nesta fase.

Depois de finalizada a sua rodada começa a rodada de seu oponente e depois que ele terminar começa a sua rodada novamente. Este processo se repete até que algum jogador não possa mais comprar uma carta do seu mons ou não tiver mais cartas para tombar (o jogo termina imediatamente se uma das duas hipóteses ocorrer).